Consultoria Financeira

Consultoria financeira: saiba o que é e como funciona esse serviço

Se você acredita que a consultoria financeira é um serviço destinado apenas a empreendedores iniciantes, desorganizados ou que estejam em crise, saiba que não é o único a pensar assim.

Só que nem sempre há sinais claros de que algo na empresa não vai tão bem quanto poderia. E o tempo que se perde até descobrir que existe um problema pode custar muito caro.

Neste artigo, vamos esclarecer como o aconselhamento de um especialista pode gerar mais foco e produtividade em seu negócio. Leia até o fim para entender como funciona uma consultoria financeira e saber avaliar, com segurança, se é o momento certo para buscar essa vantagem competitiva no mercado.

Afinal, o que é uma consultoria financeira?

O primeiro ponto a esclarecer sobre um consultor é que não caberá a ele tomar decisões de cortes ou investimentos. Nesse processo, os objetivos continuam sendo definidos pelo gestor, conforme as necessidades que podem se apresentar, como:

  • poupar recursos;
  • resolver problemas com dívidas;
  • otimizar processos;
  • acelerar o plano de crescimento.

Mas a perspectiva externa de um profissional qualificado oferece uma contribuição valiosa para enfrentar os desafios do mercado com mais segurança. Como especialista, ele terá o papel de avaliar as finanças da empresa e apontar estratégias, visando a organização do negócio. Por isso, suas opiniões devem ser levadas em consideração.

Como funciona esse tipo de serviço?

Uma consultoria financeira começa pelos relatórios que a empresa fornece ao profissional. Por isso, é indispensável que haja seriedade e confiança de ambas as partes. O especialista precisa ter acesso irrestrito aos dados para analisar a situação real do negócio, bem como identificar problemas e oportunidades.

Após esse diagnóstico, terá início a etapa de planejamento. Só, então, é que será definida uma estratégia, levando em consideração os pontos fortes e fracos do empreendimento para fortalecer suas finanças e trilhar o caminho do crescimento saudável.

Lembrando, mais uma vez, que o consultor se limita a apresentar seu parecer e sugerir medidas. O poder de decisão não caberá a ele, apesar de que suas recomendações serão sempre embasadas em fundamentos técnicos.

Quem deve contratar uma consultoria financeira?

É comum as rotinas financeiras serem vistas como algo cansativo, monótono ou complicado. Só que negligenciar esse aspecto do negócio leva a decisões prematuras e erros que podem trazer prejuízos ao longo do tempo.

Muitos empreendedores ainda não têm a devida formação acadêmica ou, pela falta de equipe, acabam concentrando mais tarefas do que são capazes de desempenhar sozinhos.

Especialmente no caso dos iniciantes, já que muitos deles confundem as finanças pessoais com o caixa da empresa, e até deixam de registrar todas as vendas, despesas, tributos ou se planejar para momentos de adversidade.

Outra situação que infelizmente é bastante comum no meio empresarial acontece quando toda a responsabilidade do controle financeiro é delegada a um dos sócios, ou mesmo a um funcionário de confiança, sem que haja o devido cuidado em verificar os pormenores do que está sendo feito.

A seguir, mostraremos como negócios consolidados também podem se beneficiar do aconselhamento de um consultor.

Quando uma empresa precisa contar com esse tipo de serviço?

Por mais sólida que seja, toda empresa vive momentos em que decisões relevantes precisam ser tomadas, como por exemplo:

  • lançar um novo produto no mercado;
  • precificar adequadamente as mercadorias;
  • dimensionar o estoque ideal;
  • inaugurar uma nova filial;
  • definir o planejamento financeiro;
  • reduzir o endividamento;
  • adotar um novo modelo de negócio;
  • reestruturar os fluxos de trabalho;
  • contratar ou demitir funcionários;
  • optar pela terceirização de serviços;
  • implantar novas ferramentas tecnológicas.

Em tais circunstâncias, se torna mais evidente que a consultoria financeira não é útil apenas em períodos de crise. Pelo contrário, o ideal é buscar apoio especializado no planejamento das estratégias para alavancar seus resultados e garantir a saúde financeira.

Quais os benefícios de uma consultoria financeira?

O equilíbrio financeiro é condição fundamental para que a empresa apresente um crescimento sólido e duradouro. O aconselhamento de um especialista, além de evitar surpresas desagradáveis,  vai facilitar a gestão do negócio.

Ao colocar em prática as sugestões apontadas pelo consultor, você terá maior segurança para aplicar o dinheiro de forma inteligente. Dessa maneira, as decisões se tornam rápidas e qualificadas, pois conhecendo a capacidade de pagamento da empresa, você também será capaz de renegociar dívidas e taxas com bancos, avaliar seus custos e até a necessidade de cortes.

Portanto, a consultoria financeira afeta diretamente os resultados obtidos, na medida em que traz maior domínio sobre a realidade do negócio. Além de tudo, o processo vai liberar tempo do gestor para outros aspectos mais estratégicos.

Como contratar uma boa empresa de consultoria?

Analise a experiência

Um bom ponto de partida para escolher um profissional qualificado na área de finanças é solicitar referências de serviços prestados. Mesmo lidando com informações confidenciais, ele pode indicar outras empresas que já contrataram seus serviços e se dispõe a compartilhar a percepção delas sobre o trabalho que foi realizado.

Além disso, a atividade é regulada pela Comissão de Valores Imobiliários (CVM), única capaz de atestar a aptidão do consultor financeiro para atuar regularmente.

Verifique a disponibilidade

Como profissional liberal, na maioria dos casos, o consultor atende a diversos clientes. Isso faz com que seja menos comum que ele tenha dedicação exclusiva a uma só empresa e, consequentemente, divida o seu tempo entre projetos diferentes.

Isso torna necessário um alinhamento prévio, para evitar atrasos na entrega dos relatórios acordados e outros aborrecimentos.

Negocie a remuneração

O valor cobrado pela prestação de um serviço pode variar bastante. Afinal, são diversos fatores que influenciam no preço, tais como reputação, área de atuação, escopo trabalhado, entre outros.

Por outro lado, desconfie de quem oferecer valores muito baixos em comparação ao que se pratica no mercado. Não existe mágica, portanto o risco é de se frustrar com o que será apresentado na consultoria financeira, caso você opte por um serviço bem mais barato.

Mas a boa notícia é que você não precisa confiar na sorte para acertar na contratação de um profissional especializado no setor financeiro. Para ter mais segurança na escolha, conte com a experiência de uma associação que reúne empresas atuantes em todo o território nacional e que, ao longo de 15 anos, construiu uma sólida reputação no mercado. Basta entrar em contato conosco!

Curta nossa página nas redes sociais:

Facebook e no Linkedin!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *