Telefonia Em Nuvem LGPD

Telefonia nas nuvens – o futuro das empresas

De acordo com estudo realizado pela Accenture, em parceria com a IDC Brasil, publicado no final de fevereiro, oito em cada dez empresas brasileiras ainda estão dando os primeiros passos na transformação digital.

Conheça as soluções da Witec

E dentre as diversas ações a serem tomadas para otimizar processos, integrar a equipe e melhorar a produtividade está o uso de dados em nuvem, incluindo a migração da telefonia analógica para a digital.

Para tirar todas as suas dúvidas sobre telefonia em nuvem, a Gestão in Foco, preparou uma matéria com os especialistas da Witec It Solutions, empresa referência em Telefonia IP.

Como funciona a telefonia em nuvem?

Essa tecnologia de telefonia em nuvem funciona por meio de um PABX em nuvem que é conectado através da rede, via internet, podendo ser acessado por meio de um aparelho de PABX IP ou via SOFTPHONE, que é um aplicativo que copia a interface de um telefone, e pode ser baixado no desktop ou no celular.

Já no sistema de PABX tradicional, as conexões são feitas por equipamentos físicos, que por sua vez são ligados a uma central telefônica.

Por que usar a telefonia em nuvem na sua empresa?

Mobilidade, custos, melhoria na gestão e flexibilidade, entre outras vantagens, fazem parte do pacote que tem atraído o mercado.

Normalmente, a telefonia em nuvem é ideal para quem busca mobilidade, pois há descentralização e facilidade na gestão da equipe, trazendo escalabilidade.

E se a internet cair?

Uma vez que você está em nuvem, não precisa mais se preocupar com o sinal da internet, pois se a rede cair ou desconectar, por qualquer razão, a conexão da linha de telefone não é interrompida, pois está interligada ao aplicativo SOFTPHONE, que funciona pela tecnologia 3, 4 ou 5G dos celulares. Além disso, você pode simplesmente sair conectar-se a outra rede, em outro lugar.

A telefonia em nuvem pode ser privada ou pública

A Telefonia em nuvem pode ser usada para conectar a empresa com a própria empresa, no sistema matriz-filial (privada) ou em uma nuvem pública, onde o data center não tem conexão direta com a rede.

A diferença principal é a questão da privacidade. Na rede pública, as conexões ficam mais suscetíveis ao acesso de terceiros a rede. Isso não significa que estejam desprotegidas, mas ficam mais visíveis ao mundo, pelo endereço.

Já em uma rede de nuvem privada, é possível pré-determinar quais os números de IP que acessam o link. Por outro lado, na nuvem pública cada aparelho fica com um IP diferente, mas todos conectados na mesma rede, sem necessidade de autorização prévia.

Vantagens da telefonia em nuvem

– Preço;

– Mobilidade;

– Flexibilidade – a conexão não depende de um endereço físico para a telefonia funcionar;

– Gestão do que acontece dentro de sua telefonia – a tecnologia gera relatórios em tempo real com todas as informações sobre as ligações recebidas e realizadas, data, ramais, entre outras;

– Gravação das ligações – a tecnologia oferece a possibilidade de gravar as ligações de forma automática, simplificada e por um baixo custo;

– Integração – o sistema de ligações PABX IP pode ser integrado a outros sistemas, como de gerenciamento de algum departamento, como o comercial, por exemplo.

Telefonia em nuvem e VOIP são a mesma coisa?

As ligações realizadas pela internet já estão totalmente integradas ao nosso dia-a-dia. As ligações feitas por WhatsApp, por exemplo, são consideradas “voz sobre IP” (significado do VoiP).

O VOIP é um sistema de telefonia baseado em um serviço de “operadora”, que possibilita que o usuário tenha um número para receber e fazer ligação, sem ter a necessidade de um endereço físico, assim como o Skype.

O VOIP significa “voz sobre IP”, é uma troca de dados (nesse caso dados de áudio), através de uma rede de internet. As principais diferenças são ligadas a operadoras. Enquanto o VOIP precisa de operadora e, às vezes cabeamento de telefone (dependendo do sistema e operadora utilizada), o PABX IP precisa apenas um cabo de rede (de internet).

Para qualquer tamanho de empresa

A tecnologia pode ser adotada por qualquer empresa, desde as pequenas, como startups, que possuem apenas um profissional, ou até mesmo grandes empresas, cuja necessidade é de muitos ramais.

De acordo com o CEO da Witec It Solutions, Marco Lagôa, o cliente pode começar apenas com um ramal e com o tempo ir expandindo. “A qualidade do serviço é a mesma para um ou para mil ramais”, explica.

As operadoras de telefonia na nuvem têm um custo de tarifa bem reduzido e cobrem uma área de abrangência muito maior, ou seja, essa tecnologia é muito mais acessível do que a telefonia chamada “tradicional”.

Cada um num lugar diferente, mas todos conectados

A telefonia em nuvem é ideal para empresas que têm equipes fora do escritório ou espalhadas pelo Brasil, por exemplo. Independentemente de onde estejam, os colaboradores podem atender e transferir ligações do mesmo número, já que não existe limitação geográfica.

Essa vantagem também se aplica quando a empresa precisa trocar de endereço, ou fazer uma reforma com nova planta, por exemplo. Um dos pontos principais positivos é que o telefone na nuvem não exige um cabeamento complexo. Com o PABX IP os aparelhos podem ser conectados apenas com um cabo de rede ou, através do download do aplicativo SOFTPHONE no computador ou no celular do funcionário. Os telefones podem funcionar através do sinal WI-FI (sem cabeamento algum).

Os preços são muito mais acessíveis que da telefonia analógica, e com o PABX em nuvem, a estrutura necessária é apenas uma boa internet. Os custos são menores, mas o mais perceptível é o custo da operadora, pois é possível ter vários números, em várias cidades e fazer DDD com custo de ligação local.

Importante ressaltar que algumas operadoras já estão conseguindo oferecer pacote de ligações para telefone fixo na forma “ilimitada” (a um preço de assinatura fixa). Além disso, o valor de assinatura por número (que é conhecido como DIT) é menor que das operadoras de telefone fixo, pois às vezes as empresas precisam do telefone só para receber chamadas.

Na telefonia em nuvem, os valores para exclusivo recebimento de chamadas são mínimos e giram em torno de 20 reais por mês. Outra vantagem é a possibilidade de ter um número de telefone de fora do Brasil. Muitas empresas precisam de número americano, por exemplo. Então, mesmo a empresa locada aqui pode ter um número de qualquer local do mundo.

Telefonia tradicional? Qual é o futuro?

Marco Lagoa acredita que, assim como tudo, a transformação digital vai, aos poucos, exigindo que, de certa forma, a telefonia tradicional abra espaço para a telefonia em nuvem. “Acreditamos que, aos poucos, o analógico vai dar lugar para tecnologias de comunicação mais disruptivas e inteligentes, como por exemplo o 3CX, que possibilita maior mobilidade, gravação de todas as ligações e relatórios em tempo real das ligações que estão sendo recebidas e feitas”, explica Lagôa.

Inteligência artificial

O conceito de “omnichannel” também é uma tecnologia nova e que está ganhando mercado. Através de janelas de bate-papo no site, as conversas começam por texto e, dependendo da interação que a pessoa tem com o chatbot, inicia-se de forma automática, uma ligação através do aplicativo do SOFTPHONE, só em áudio, ou até mesmo em áudio e vídeo (com todas as informações armazenadas).

Algumas plataformas já estão incorporando o Whatsapp. Para usar o app basta um número de telefone, não necessariamente um número de telefone celular “tradicional”.

Se essa tecnologia depende da internet, ela não se mostra muito vulnerável a quedas de sistemas?

A tecnologia do PABX IP depende da internet, mas também pode estar em uma nuvem privada (dentro da rede de uma empresa ou residência) ou pode estar conectada em uma nuvem pública.

Conheça outras soluções do Grupo Alliance!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *