Quem passar o limite do Simples Nacional deverá sair no mês seguinte

Desde o ano passado as empresas optantes pelo Simples Nacional que auferiram um faturamento superior à 20% do limite estabelecido na legislação, deverão deixar o sistema no mês subsequente ao que chegarem ao valor. Como exemplo, uma empresa que atingir o faturamento de R$4,32 milhões em abril de 2013 deverá optar pelo lucro real ou presumido em maio do mesmo exercício. No texto da legislação anterior, esta mesma empresa só sairia do regime no ano subsequente, ou seja, a partir de janeiro de 2014 (exceto se for o primeiro ano de atividade da empresa já que a mudança deve ser retroativa a data de constituição).

Leia mais