Segurança Condomínio

Segurança em condomínios – uma necessidade urgente!

O tema segurança pública é frequente no país, basta acessar os sites de notícias para observar situações praticamente calamitosas, resultado de anos de descaso governamental frente a esse importante tema.

Como solução, a sociedade civil se viu obrigada a buscar alternativas e uma que se consolidou em nosso cenário urbano são os condomínios de mais variados estilos, como os habitacionais e os comerciais. Entretanto mesmo esses espaços passaram a ser alvo de bandidos, o que faz com que seja cada vez mais fundamental uma estrutura profissional.

Atualmente no Grupo Alliance existe um núcleo de empresas que atuam justamente nesse ramo, buscando alternativas para que a população se sinta com segurança em condomínios. Veja algumas orientações sobre o tema:

Entra e sai do condomínio

Atualmente, a administração de um condomínio não pode mais ser amadora, pois qualquer brecha pode ser utilizada por pessoas de má-fé que querem se aproveitar. Mas, Marli Ribeiro, proprietária da Cysne Administradora de Bens Imóveis e Condomínios Ltda, alerta sobre erros que são primários:

“Ainda existem casos de entrada de pessoas desconhecidas e não autorizadas pelo morador, pelo próprio porteiro ou zelador. Isso ocorre por vários motivos, como o funcionário da portaria não perguntar o nome da pessoa, nem onde irá. A pessoa chega e diz: “vou em tal apartamento” e o funcionário abre o portão sem qualquer questionamento. Há também o caso quando a portaria não tem funcionário, o condômino ao chegar o prédio, sem questionar, autoriza que pessoa não conhecida entre com ele. Esse é um grande risco”, alerta.

Como se precaver dos riscos?

Marli explica que o caminho para prevenção passa por alguns pontos:

– A gestão ou administradora do condomínio deve orientar ao síndico para que faça a reciclagem dos funcionários, os encaminhando para cursos e até mesmo com reuniões informais num curto período de tempo para que eles estejam sempre atentos em quem entra e sai dos condomínios;

– É importante, periodicamente, fazer um comunicado a todos os moradores sobre as atitudes que cada um deve ter ao chegar no endereço.

– É preciso ter clara a adoção de procedimentos de emergência com telefones úteis e/ou senhas para comunicação de funcionários e moradores.

Profissionalização é o caminho

O caminho para uma maior segurança em relação aos condomínios passa necessariamente pela profissionalização, fato que leva a muitas buscar pela terceirização, que pode ser da administração do condomínio e de serviços de segurança.

“A decisão vai muito além dos custos, sendo uma das principais vantagens da terceirização de serviços o fato da contratante da mão-de-obra poder deixar a cargo da contratada todas as responsabilidades que envolvem a prestação de serviços”, conta o diretor da GB Serviços Profissionais, Gabriel Borba, especializada em segurança patrimonial.

O diretor da GB Serviços elencou alguns dos benefícios que ele observa no processo de terceirização:

  • Seleção de candidatos em cima do perfil do cliente
  • Implantação e acompanhamento pela equipe operacional 24 horas
  • Gestão de processos de registro, folha de pagamento, benefícios e contribuições (FGTS e INSS)
  • Gestão da equipe, rotina, acompanhamento e cobrança por resultados
  • Treinamento/Reciclagem a cada 03 meses
  • Acompanhamento semanal com aplicativo que gera relatórios com fotos e informações importantes de postura e procedimentos
  • Passivo trabalhista, 100% da terceirizada
  • Nosso contrato já está incluso: Cobertura de Faltas, Cobertura de Férias ou Licença, 13º Salário

Outras alternativas para segurança

Além dessa terceirização, a tecnologia de ponta também se mostra um grande aliado da segurança, com a possibilidade de instalar sistemas de alarmes, câmeras, entre outros.

Marli explica que alguns condomínios estão utilizando fechaduras eletrônicas nos portões de entrada para serem abertas com senha ou biometria, outros estão com portaria blindada com vidro escuro e mantendo o funcionário com conhecimentos de segurança.

Outra solução muito utilizada também é a “vizinhança solidária” um incentivo da Polícia Militar junto dos bairros com informações preventivas de medidas capazes de prevenir delitos, sem qualquer custo para os condomínios.

“Há uma conscientização através de conversas entre policiais, funcionários e síndicos para que, em caso de algo suspeito, ou na ocorrência de um delito, que ajam de forma segura ajudando a si próprios ou condomínios vizinhos”, detalha.

Gabriel Borba complementa que “a única maneira de evitar invasões é criando procedimentos de segurança e profissionalizando a equipe com uma empresa do ramo. A fórmula perfeita é você aliar segurança eletrônica com presencial, o uso de clausura, câmeras e sistemas tem dado resultados positivos”. Isso mostra que são muitos os caminhos em busca da segurança hoje em dia e todas as opções devem ser avaliadas.

Veja outras soluções do Grupo Alliance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *