Orientações para um casamento feliz financeiramente!

Casar é somar energias, trocar, respeitar o outro e tolerar, mas, e quanto ao dinheiro de um e do outro como fica? Qual a melhor opção dividir os gastos de casa ou se juntar os dois ganhos e fazer um único orçamento financeiro? Independente da decisão o que importa é que haja comprometimento com o que for decidido, tudo começa por uma boa reunião familiar, colocando na mesa o que se ganha, o que se gasta e, principalmente, o que se quer realizar seja sonhos de curto, médio ou longo prazo.

Pensando no sonho do casamento é preciso conhecer o seu valor e tempo, como ensina a Metodologia DSOP de Educação Financeira, é necessário colocar no papel os passos que deverão ser percorridos, isto porque os passos envolvem investimentos financeiros.

Segue abaixo 10 dicas para que um casamento tenha sucesso:

1. Investir no futuro do relacionamento é também pensar nas finanças pessoais;

2. Reunião entre os noivos para planejar os passos do casamento, pelo menos 24 meses antes. E também planejar a vida futura a dois;

3. Analisar o padrão de vida que deverão ter, na maioria das vezes é necessário ajuste neste ponto, o que pode gerar desavenças;

4. Definir o local de moradia e suas instalações e levantar o custo de vida da nova moradia

5. Definir os sonhos, objetivos de curto, médio e longo prazo, respeitando os sonhos de cada um e os sonhos em conjunto

6. Planejar quando quer ter o primeiro filho e quanto terá que investir

7. Elaborar um orçamento financeiro contemplando todos os eventos pré-casamento e pós- casamento

8. Definir o valor do investimento a ser alocado no casamento e lua de mel

9. Definir quanto de dinheiro guardará para que pague tudo a vista e de preferência com desconto.

10. Não se esquecer de planejar a independência financeira do casal (aposentadoria)

 

Leia também:

– Casamento requer planejamento

– Saiba qual o melhor tipo de investimento!

– Pais e escolas devem ensinar educação financeira para crianças