Fluxo De Caixa Empresarial

Como fazer o fluxo de caixa empresarial? Saiba mais aqui!

O fluxo de caixa empresarial deve ser dominado para evitar que a falta de capital afete a capacidade de pagamento e a sobrevivência do negócio. Manter o dinheiro circulando nos negócios é importante para garantir uma boa operação em curto e médio prazo.

A liquidez de cada tipo de atividade pode variar. Por isso, a gestão deve conhecer os números e tendências específicos da empresa com profundidade.

Para manter seu negócio no caminho do sucesso e aprender a controlar seu fluxo de caixa, continue acompanhando este artigo. Apresentaremos informações relevantes sobre o assunto!

O que considerar no fluxo de caixa empresarial?

Quando falamos de fluxo de caixa empresarial, é importante considerar que a quantidade de dinheiro que entra e sai da empresa acompanha algumas tendências. Considerar essas especificidades é o começo de um planejamento mais eficiente.

Cada tipo de negócio tem uma característica de faturamento. Enquanto alguns trabalham com a emissão de faturas mensais, em outros, o pagamento é feito quando novos negócios surgem. É claro que aqueles que contam com uma frequência de entradas maior precisam de menos dinheiro em  investimentos para garantir o capital de giro.

O equilíbrio das contas depende da conciliação entre as datas de entrada de dinheiro. O controle consistente evita a inadimplência perante fornecedores e mantém a empresa livre da necessidade de contratar empréstimos emergenciais.

Quais erros evitar?

Passe longe dos seguintes erros:

  • registros incorretos: os controles devem ser baseados em informações contidas nos extratos, faturas e contas pendentes para permitir uma visão realista da situação da empresa;
  • acompanhamento inconsistente: o caixa das empresas muda o tempo todo. Por isso, o acompanhamento deve ser diário, a fim de evitar surpresas;
  • previsões pouco realistas: as previsões devem ser feitas com base nas tendências que já se comprovaram factíveis;
  • Uma dica para potencializar as receitas e equilibrar o fluxo de caixa da empresa é se atentar para as oportunidades de recuperação de créditos tributários.

Como colocar em prática?

Veja, a seguir, os passos para fazer um eficiente controle do fluxo de caixa.

Elabore um plano de contas

Comece reunindo as informações de contas a pagar e a receber que já estão disponíveis. Faça os lançamentos em planilhas ou aplicativos, categorizando as receitas e despesas e fazendo a listagem dos prazos e vencimentos.

Faça a análise dos dados

Veja quais são as principais datas de entrada, qual é o prazo entre a venda e o efetivo pagamento, bem como quais são as saídas mais representativas. Além disso, saiba quando o dinheiro deve estar disponível para os pagamentos.

Identifique oportunidades de melhoria

O faturamento está demorando muito para fazer as cobranças? Algum vencimento pode ser modificado? Algo pode ser renegociado? É preciso ter as respostas precisas para esses questionamentos.

O acompanhamento do fluxo de caixa empresarial é parte essencial de uma gestão responsável. A organização permite o crescimento sustentável do negócio, trazendo prosperidade e segurança. Para obter melhores resultados, é importante contar com o apoio de uma assessoria empresarial e também de consultoria contábil.

Agora que você já entende como dominar o fluxo de caixa de sua empresa, aproveite e entre em contato conosco para conhecer profissionais que podem contribuir para o aprimoramento de seu negócio!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *