Controle De Estoque Da Empresa

5 dicas para fazer o controle de estoque da empresa

Os itens armazenados no estoque da empresa significam dinheiro parado. O controle de estoque da empresa é o que garantirá que o negócio não desperdice seus recursos sem necessidade. Os materiais devem estar disponíveis para os clientes sempre que houver uma encomenda para que as vendas não sejam perdidas, mas também não se pode ter uma grande quantidade de itens parados por muito tempo.

Como conciliar a necessidade de ter os itens disponíveis para venda e reduzir os custos de armazenagem? Descubra aspectos importantes do controle de estoque neste artigo, garanta as oportunidades de negócios e evite custos desnecessários! Boa leitura!

1. Registre todas as movimentações

Todas as operações que envolvam alteração de estoque devem ser registradas imediatamente. Cada item deve ser cadastrado individualmente e agrupado com seus semelhantes. Caso algo seja vendido, comprado ou se perca, deve ser devidamente anotado no controle de estoque.

2. Desenvolva padrões

Para que as anotações do controle de estoque façam sentido é necessário criar parâmetros mínimos e máximos para cada item. Quando o estoque atinge o patamar mínimo, é hora de fazer compras de reposição.

O gestor saberá exatamente a quantidade necessária para a reposição, baseando-se na quantidade máxima já definida. Esse número leva em consideração a demanda pelo produto, a periodicidade desejada para a realização de encomendas com fornecedores e o tempo estimado de chegada dos novos produtos ao estoque.

3. Utilize a tecnologia

A melhor forma de manter um controle de estoque preciso é utilizar um software para a anotação de todas as informações. Isso porque o software ajuda na padronização das entradas e saídas, além de permitir que a atualização ocorra em tempo real. Outra vantagem desse tipo de sistema é a emissão de relatórios. Esses documentos são auxiliares importantes no acompanhamento das movimentações e também na realização de auditoria sobre o conteúdo do estoque.

4. Invista em treinamento

O treinamento dos funcionários é uma parte importante da gestão do estoque, assim se garante que as informações sejam devidamente preenchidas nos sistemas e também que todas as rotinas de estoque sejam cumpridas.

O conhecimento dos padrões e regras do armazém é fundamental para que as tarefas sejam cumpridas corretamente. De nada adianta o software mais avançado se as informações contidas nele não refletem a realidade. Por isso, não negligencie a capacitação dos empregados para o controle de estoque.

5. Faça revisões periódicas

Os produtos armazenados em estoque devem ser contabilizados com frequência para revisão dos controles. A realização de uma contagem muito distante da outra pode causar erros de estoque. A empresa pode acabar vendendo artigos que não possui mais, seja pela venda ou até mesmo por extravio, causando transtornos e a perda de oportunidades de negócios.

A gestão da circulação dos itens dentro da empresa causa um grande impacto financeiro nos resultados. Um controle de estoque realizado da maneira correta é capaz de reduzir custos e agregar valor ao seu negócio. Por isso, coloque em prática as dicas deste artigo para usufruir dos benefícios de um inventário eficiente!

Gostou do texto? Aproveite para conferir também o que é o serviço de consultoria financeira e como ele funciona!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *