Loara Credito Fgi

Crédito para empresas – veja como conseguir

O Grupo Alliance tem uma nova associada que pode auxiliar muito neste período de crise onde existe a necessidade de crédito para empresas. Essa empresa é Loara Consultoria, que é especializada em entender as necessidades de capital de giro ou investimentos das empresas e buscar no mercado financeiro a melhor solução em crédito para atendê-las.

Com seis anos de experiência, quatro escritórios e mais de sessenta especialistas e centenas de empresas atendidas no estado de São Paulo a empresa tem como sócios, Adilson Seixas – Sócio-Fundador e CEO, com mais de 20 anos de experiência nos principais bancos – e Carlos Ponce – Sócio-Diretor e CEO do jornal Valor Econômico até 2018.

A metodologia da LOARA une as necessidades de crédito da empresa com as estratégias comerciais de cada banco, pois conhece profundamente a disponibilidade de crédito dos bancos e suas exigências.

Veja entrevista realizada com os sócios:

1 – Como as empresas podem utilizar esses serviços nesse período de crise?

Neste momento, as empresas precisam garantir o capital de giro para cumprir com seus compromissos. Mesmo que não precise de crédito para empresa imediatamente, é adequado planejar, buscar no mercado, aprovar o empréstimo e usar quando necessário. Fazendo esse trabalho com antecedência, ganha-se tempo para negociar crédito mais barato no mercado. Diariamente, o time de especialistas da LOARA realiza um mapeamento dos bancos que possuem as melhores condições por perfil de empresa.

Assim, é possível reduzir custos financeiros e alongar prazos de financiamento. O especialista da LOARA vai à empresa e entende seu perfil e necessidade de crédito. Constrói com o cliente uma estratégia que une a necessidade de crédito da companhia à disponibilidade do mercado financeiro.

Respeitando as regras de isolamento social do Ministério da Saúde, a LOARA continua a atender normalmente os clientes durante a pandemia do Covid-19. Para entrar em contato com a LOARA, basta enviar um e-mail para loara@loara.com.br ou pelo whatsapp (11) 94 746 5908

2 – A utilização de créditos apresenta mais riscos nesse momento, quais os cuidados que as empresas precisam contar?

Toda empresa precisa de crédito, tanto para reforçar seu capital de giro quanto para ampliar o negócio. O crédito geralmente representa um risco quando a empresa não tem um planejamento mínimo. Saber a necessidade de recurso a ser tomado e conhecer a capacidade de pagamento diminui bastante o risco.

Não adianta negociar um crédito que não caiba em seu fluxo de caixa. Existem oportunidades nos bancos, há que encontrar aquele que tem interesse pelo negócio de sua empresa ou o que mais se adapta ao negócio e às necessidade de sua empresa. E isso existe! A LOARA faz essa pesquisa diariamente.

Temos visto que não basta ser um bom negociador para ter acesso a crédito que se adapte à sua empresa. Para isso, é preciso conhecer de banco, como eles operam e como capturar a melhor linha disponível no mercado alinhada com a necessidade da empresa

As dicas da Loara aos empresários são:

  • Fique próximo ao seu gerente;
  • Enfrente a burocracia;
  • Estude sua necessidade e capacidade de pagamento;
  • Ser um bom negociador não garante um bom crédito;
  • Conheça o produto de crédito que deseja e conduza a negociação.

3 – Como vocês avaliam esse momento e quais as previsões financeiras para o futuro, se é que é possível?

O momento é desafiador para o mundo inteiro. É muito difícil fazer qualquer previsão de forma assertiva. Contudo, algumas questões parecem ser consenso entre os economistas, como, por exemplo, a queda no PIB mundial e brasileiro em 2020, que a economia vai ter uma forte recessão no segundo e terceiro trimestre e começará esboçar uma retomada no último trimestre de 2020.

Porém, a intensidade vai depender de quanto tempo ainda vai vigorar o isolamento social. O impacto na renda e no emprego serão determinantes para estimar por quanto tempo ainda sentiremos os efeitos dessa crise

4 – Como ajustar as finanças empresariais nesse momento de extrema dificuldade?

O principal fator nesse momento é proteger o caixa. Não entendemos que isso signifique deixar de pagar os compromissos. O melhor caminho é a negociação. Negocie com seus clientes e fornecedores. Fique atento às decisões que estão sendo tomadas pelo governo e que possam impactar o Caixa da sua empresa, por exemplo, postergação de tributos, adiamento por 60 dias das parcelas dos empréstimos, redução de jornada de trabalho, entre outros.

Faça uma previsão de seu fluxo de caixa para descobrir o tamanho do seu problema. Reduza ou corte onde for possível. Se sua empresa ainda precisar de capital de giro, recorra ao banco, mas não esqueça as dicas que passamos para conseguir crédito de qualidade.

Respondido por Adilson Seixas e Carlos Ponce – Sócios da Loara

Compartilhe