Bons questionamentos geram boas ideias


Com o intuito de dar continuidade ao artigo sobre “A importância de um bom Briefing” e que significa, trazer à tona um resumo sobre todos os questionamentos para a construção de um trabalho. Vamos neste artigo colocar alguns pontos imprescindíveis na construção de um bom Briefing. Seja para a área publicitária, como também para a área de promoções e eventos. Área que atuamos e temos grande experiência.

 

Este “briefing” tanto para o cliente ( corporativo ) quanto para a agência, deve conter todos os itens que permeiam as necessidades para o início de um bom projeto.

Devemos entender que quando estamos imersos na empresa, achamos que todos deveriam saber sobre a mesma. Mas isso não é certo. É a mesma coisa quando entendemos muito sobre um assunto e imaginamos que qualquer pessoa entenderia ou saberia.

Acredito que devemos obter todas as informações possíveis, partindo-se do básico ( sobre quem é a empresa, de onde vem, qual suas missões ) passando por itens intermediários ( o que queremos do projeto, nossos objetivos, o que queremos passar ou transmitir ) até os itens mais específicos ( referências, detalhes do job ).

Desta forma, imagino que podemos dividir esse briefing em três partes básicas a serem transmitidas:

a) Básico ou genérico ( relatar sobre a empresa em geral )

– qual a empresa

– qual o ramo desta empresa

– de onde ela vem ou origem

– quais as áreas que ela atua

– qual a logomarca e regras

– qual a missão ou visão da empresa

– quais os produtos ou serviços que ela dispõe

b) Intermediário ( aqui você já estará trabalhando o objetivo do seu trabalho )

– qual o trabalho a ser realizado ( estande, convenção, um lançamento de produto, um jantar, uma logomarca de um produto, uma propaganda de revista, um banner )

– informações sobre o produto ou serviço ou se será apenas institucional

– qual o objetivo deste trabalho ( lançamento de produto, institucional, trazer mais visibilidade )

– qual a comunicação a ser utilizada ( pois se for de um produto ou serviço especifico , deverá ser passada as imagens ou serem criadas imagens para este trabalho )

– qual o público que você deseja atingir

– qual sua verba ( pelo menos uma referência )

c) Itens específicos ( detalhamento do projeto , referências – talvez uma parte do briefing que são entregues parcialmente e que auxiliam na entrega de um trabalho com mais objetividade, criatividade e com menor espaço de tempo )

– referências de outros trabalhos que podem ser utilizados ( por ex. alguma imagem de uma outra propaganda, ou um estilo de estande seja aberto ou fechado, mais conceitual ou mais temático )

– detalhamento para cada job ( se for estande, qtas pessoas circularão no Buffet, metragem , localização, quais as áreas, se for propaganda, que revistas ou impressos que serão divulgados, formato, dimensão )

– qual o conceito principal ( dramático, mais alegre, mais clean, mais versátil, mais funcional )

Todos estes itens somados serão importantes para que cada agência trabalhe com mais embasamento em suas criações. Obviamente existem mais fatores a serem explorados. Porém o que foram expostos acima são cruciais e mínimos para a construção de uma boa peça ou evento. Cabe ao cliente passar todas as informações sem omitir, pois a falta delas prejudicará a todos. Com resultados que não serão satisfatórios e exigindo de todos um re-trabalho e tempo.

Artigo de Claudio Jum Kato – www.addeventos.com.br